Whatsapp
Portal Ciesp > COVID-19 > Notícias > Diretrizes, Produtos e Serviços SESI e SENAI para 2021

Noticías sobre o COVID-19

Diretrizes, Produtos e Serviços SESI e SENAI para 202115/04/2021Mais de 180 participantes estiveram presentes na reunião online, nesta 4ª feira (14), que reuniu integrantes dos Conselhos Consultivos do SESI/SENAI e CIESP CAMPINAS.

A reunião que teve a participação e a representatividade da Regional por meio do diretor titular, José Nunes Filho; e do 1º vice-diretor José Henrique Toledo Corrêa, contou com a participação especial do diretor jurídico de Campinas, Valmir Caldana, que ficou a cargo da exposição sobre as colocações jurídicas referentes ao momento da pandemia, refletido pelos esclarecimentos sobre a vacinação.
arquivo sem legenda ou nome
“Ficamos muito lisonjeados por receber o encargo de expor o tema "Compra de Vacinas contra a COVID-19 pelo Setor Privado", mais precisamente pelas indústrias, aos 181 ouvintes da Reunião dos Conselhos Consultivos do SESI/ SENAI e CIESP Campinas. Em resumo, levamos ao conhecimento dos presentes que a Lei nº 14125/2021 está sendo contestada no judiciário por várias entidades privadas, as quais entendem que devem comprar o imunizante sem a obrigatoriedade de doar ao governo federal, a totalidade num primeiro momento, e 50% após vacinado o público prioritário. Explanamos, também, que há um Projeto de Lei já aprovado na Câmara Federal, que se encontra para votação no Senado, o qual retira tal obrigatoriedade. Ao final, expressamos nosso entendimento de que, entre agosto e setembro deste ano, tal grupo prioritário já deva ter sido vacinado no país, fato que abrirá maior possibilidade de as indústrias comprarem vacinas para seus colaboradores.”, relatou o diretor Valmir Caldana.
arquivo sem legenda ou nome
O diretor José Nunes ainda enalteceu que a entidade está trabalhando a favor de medidas que tragam segurança jurídica e econômica para a permanência de investimentos no país e na nossa região", destacou.

Nunes reforçou a necessidade primária de se seguir rigorosamente às medidas sanitárias decretadas pela OMS e Ministério da Saúde.  "Todas as indústrias em funcionamento, só o fazem mediante estes cuidados extremos.", afirmou.

Em meio à crise atual causada pela Covid-19, FIESP, CIESP, SESI, SENAI e IRS estão empreendendo esforços para ajudar nosso país, nossas empresas e toda a sociedade a atravessarem da melhor maneira possível este período difícil.
arquivo sem legenda ou nome
Na reunião foram destacadas as principais ações do SESI/SENAI, CIESP/FIESP, no combate aos reflexos da pandemia.
 
Campanha da FIESP e do SESI-SP já distribuiu 118 toneladas de alimentos não perecíveis
 
Campanha Doe Alimentos, da Fiesp e do Sesi-SP, iniciada no dia 23 de março, em três semanas, arrecadou 118 toneladas de alimentos não perecíveis, que foram distribuídos por 583 organizações parceiras cadastradas. A meta é alcançar 180 toneladas nas próximas duas semanas. A mobilização não tem uma data limite prevista para o encerramento.
 
Todas as escolas do Sesi-SP, em 108 municípios, são pontos de arrecadação, e têm contado com a participação da comunidade, até agora 52 empresas, além do apoio dos atletas da casa, artistas, personalidades e veículos de comunicação.

“A parceria de todos é fundamental. São milhares de pessoas no estado que estão passando fome ou fazendo menos de duas refeições por dia. Esperamos juntos arrecadar o máximo de doações possíveis e, para isso, contamos com o diferencial de nossa capilaridade no estado, em centenas de endereços”, afirma Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do Sesi-SP.

Uma pesquisa divulgada em março deste ano, “A favela e a fome”, realizada pela Cufa (Central Única das Favelas), em parceria com o Instituto Locomotiva, mostra que a média diária de refeições entre os moradores de comunidades no Brasil é de 1,9 por dia. Em 27 de março, o presidente da Cufa, Marcian Barreto foi pessoalmente ao Sesi, na escola da Vila Leopoldina na capital, com mais 60 comunidades, receber 2 toneladas de alimentos.

O site da campanha sesisp.org.br/doealimentos traz a lista de todos os endereços onde poderão ser entregue itens como arroz, feijão, macarrão, farinha, açúcar, óleo, sal, leite em pó, fubá, café e outros alimentos com tempo maior de duração.
 
As doações são recebidas de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h (podendo haver mudança de acordo com o local), nas cidades onde não estiverem impedida por restrições mais rígidas de deslocamento. O Sesi-SP está seguindo todas as medidas necessárias de segurança para a prevenção da Covid-19, realizando a coleta em locais abertos, com distanciamento e uso de máscara obrigatório.

Desde que começou a pandemia da Covid-19, o Sesi-SP vem desenvolvendo ações sociais para apoio nas situações críticas e necessidades mais básicas como a alimentação. No ano passado, foram distribuídas mais de 9 milhões de refeições, preparadas pela entidade em todo o estado, e doados mais de 100 mil cobertores.

Cilindros de Oxigênio
Em paralelo, outra campanha abraçada por Skaf em 2021 é de arrecadação de cilindros de oxigênio para o uso em hospitais para o atendimentos dos casos mais graves de Covid-19. Somente das próprias escolas do Senai-SP foram disponibilizadas 250 unidades para a prefeitura de São Paulo.

A campanha “Oxigênio da Indústria Salva Vidas” conseguiu até agora 3.214 cilindros. As indústrias que podem emprestar cilindros devem enviar um e-mail para: oxigenio@sp.senai.br ou entrar em contato diretamente com as escolas do Senai-SP, que fará a ponte com a empresa fornecedora.

Além disso, o Senai-SP voltou a consertar, gratuitamente, respiradores de hospitais públicos. No ano passado, foram reparados e entregues em pleno funcionamento 205 aparelhos para 62 cidades. Neste ano, já recebemos 77 equipamentos para restauração, sendo que 26 já foram reparados, 41 estão em manutenção e 10 devolvidos por não terem conserto.

“Estamos mobilizados pela vida e priorizando o que é mais emergencial nesse momento, juntos com a indústria de São Paulo, no combate contra o novo Coronavírus”, afirma Skaf.

Fachada do prédio da FIESP vira vacinômetro
 
A partir do dia 31 de março, a Galeria Digital do prédio da FIESP, na Avenida Paulista, vai virar um grande Vacinômetro. Diariamente, a partir das 19 horas, a fachada do prédio estampará dados atualizados das doses distribuídas da vacina contra a Covid-19 em todo o país, e os números da primeira e segunda doses aplicadas. “Vacinar a população é prioridade total para o país”, afirma Paulo Skaf, presidente da FIESP.

A iniciativa da campanha é uma parceria da FIESP com a Embratur. Todos os números divulgados são dados oficiais do Ministério da Saúde.

Acompanhe: https://coronavirus.fiesp.com.br/
 
 
 
Compartilhar:
Comentários:Nenhum comentário foi publicado.

Deixe aqui seu Comentário:

Nome:
Empresa:
Comentário: