Área Restrita:
Esqueci a senha
Portal Ciesp > Notícias > FIESP E EMBRAPII ASSINAM CONVÊNIO PARA PROMOVER A INOVAÇÃO

Noticías

FIESP E EMBRAPII ASSINAM CONVÊNIO PARA PROMOVER A INOVAÇÃO19/09/2017Foco são as pequenas e médias indústrias do Estado de São Paulo que poderão ter recursos com burocracia praticamente zero e custo menor
Roseli Lopes, Agência Indusnet Fiesp

Um convênio de cooperação assinado, no dia 22 de agosto, entre a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) permitirá que pequenas e médias indústrias paulistas obtenham recursos para investimento em inovação a um custo reduzido e, principalmente, com burocracia praticamente zero. Pela Fiesp assinou o documento o presidente da Federação e do Ciesp, Paulo Skaf, e pela Embrapii, Jorge Guimarães, seu presidente executivo.

Em um momento pelo qual o país passa, com empresas atuando sob um cenário econômico adverso, o que faz a grande diferença, diz Paulo Skaf, é a inovação. “Não podemos perder o foco de que o mundo se transformando e por isso devemos trabalhar fortemente na inovação e esse convênio dará mais competitividade às nossas indústrias”, disse o presidente da Fiesp na abertura de evento em que o convênio foi firmado.


Objetivo da parceria é impulsionar a inovação no setor industrial. Foto: Hélcio Nagamine/Fiesp

Além dos recursos às pequenas e médias indústrias paulistas, o objetivo do convênio é estabelecer a mútua cooperação para a execução de ações conjuntas que contribuam para a execução de eventos de aproximação da pequena e média empresa do setor industrial de São Paulo com as unidades da Embrapii. A ideia é com isso viabilizar projetos.

O objetivo do convênio é estabelecer a mútua cooperação para a execução de ações conjuntas que contribuam para a execução de objetivos estratégicos da Fiesp e da Embrapii tais como realização de eventos de aproximação da indústria de São Paulo com as unidades da Embrapii de maneira a viabilizar projetos de pesquisa, desenvolvimento e educação entre os polos da Embrapii e as pequenas e médias empresas do setor industrial.

O convênio tem o apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. Para seu ministro, Gilberto Kassab, é a oportunidade de consolidar um projeto considerado exemplar, que é o da Embrapii. “Temos aqui uma instituição que, apesar da difícil conjuntura econômica do País vivida nos últimos anos, mantém seu crescimento agregando e apoiando importante projetos e com isso nos permitindo enxergar horizontes além da crise com um trabalho de fôlego, de curto, médio e longo prazos”, disse Kassab.

“Nossa indústria, hoje, muito sacrificada, corresponde a apenas 10% do Produto Interno Bruto (PIB), mas contribui com um terço de nossa arrecadação. O custo Brasil também inviabiliza nossa competitividade. Por isso o Brasil precisa resgatar sua indústria, diz José Luis Gordon, diretor de Planejamento e Gestão da Embrapii. “A Embrapii carrega um modelo vitorioso, onde praticamente um terço da pesquisa é arcado pela indústria,  sendo que os demais 2/3 são divididos entre a Embrapii e a unidade Embrapii escolhida pela empresa, que presta o serviço de desenvolvimento à inovação”, diz Gordon. Avalia que a parceria é uma forma de motivar e incentivar as indústrias brasileiras a inovar.

Criada há oito anos e com apenas 25 funcionários, a Embrapii tem 34 unidades espalhadas pelo País, sendo 10 delas em São Paulo,  de onde já saíram R$ 430 milhões em projetos. Hoje tem 160 empresas atendidas. A grande vantagem para as indústrias é que a negociação, a contratação e execução dos projetos se dá entre a empresa e a unidade da Embrapii, que tem recursos para disponibilidade imediata. A Embrapii faz um acompanhamento mensal de metas e financeiro dos projetos de suas unidades, além de uma inspeção semestral para verificação técnica e financeira, além de contábil do projeto. Uma avaliação é feita a cada dos anos.
Compartilhar:
Comentários:Nenhum comentário foi publicado.

Deixe aqui seu Comentário:

Nome:
Empresa:
Comentário: