Área Restrita:
Esqueci a senha
Portal Ciesp > Notícias > 44º Seminário de Operações de Comércio Exterior

Noticías

44º Seminário de Operações de Comércio Exterior26/04/2017Carla Marins, Comunicação CIESP-Campinas

No dia 25 de abril, o CIESP-Campinas se antecipou mais uma vez e trouxe aos associados da Casa da Indústria e executivos da RMC as novidades e impactos da implantação do Portal Único de Comércio Exterior e o Novo Processo das Exportações Brasileiras. 150 executivos de comex participaram e lotaram o anfiteatro da casa da indústria.


O diretor do DECEX, Renato Agostinho da Silva recebeu a todos com a notícia de que o Portal Único é uma iniciativa de reformulação dos processos de exportação e importação, que visa a partir de uma criação de uma interface única entre o governo e o setor privado, criar os processos mais eficientes, harmonizados e integrados, o que reduz custos para as operações de comércio exterior. “O objetivo com o Portal é reduzir o prazo total médio para se exportar, de 13 para 08 dias, o que nos coloca em patamares de países desenvolvidos e de grandes players do comércio internacional”, afirmou.

O Portal Único, lançado oficialmente no dia 23 de março, no Palácio do Planalto, prevê o novo processo de exportações, que traz como grande diferencial uma declaração única de exportações, “o que substitui três outros documentos que até então utilizávamos, promovendo a integração com nota fiscal eletrônica, um benefício muito grande para as empresas; incluindo a redução da necessidade de prestação de informações em 60% (de 98 dados para 36 dados), além de promover o paralelismo de etapas processuais”, explica Agostinho.
arquivo sem legenda ou nome
De acordo como MDIC, vale lembrar que cada dia de demora em um processo de exportação de uma mercadoria, por conta de democracia, significa o aumento de 1% no custo do produto, assim o Portal vem com forte cunho de redução de custo para as empresas. “Estamos trabalhando a partir de uma infraestrutura logística que visa diminuir o Custo Brasil, observando as exportações como um importante vetor para a retomada do crescimento econômico", disse.

“A expectativa é de que até o final do ano, todos os órgãos anuentes, como a Anvisa, o Viagiagro e o Ibama, e a atuação da Receita Federal, estejam aptos a utilizar o processo, estamos construindo em cada caso um plano de integração, para que cada um possa utilizar a plataforma, conferindo ao setor privado todos os benefícios propostos pela ferramenta”, conta o diretor do DECEX.

Ainda segundo Agostinho, a remodelagem do processo de importação deve ocorrer até o meio deste ano. “Deveremos disponibilizar uma consulta pública ao setor privado, para que possamos receber comentários e sugestões de melhorias de fluxo à importação; desta forma, desenvolveremos a nova solução tecnológica ao longo do 2º semestre, e, em 2018, iniciaremos a implantação do novo processo de importações”, revelou.

O diretor regional de Comércio Exterior, diretor adjunto da área no CIESP-SP e diretor do DEREX da FIESP, Anselmo Riso, sublinhou o fato desta ser a terceira vez que a diretoria Regional realiza o evento, que é emblemático para a cadeia produtiva de comex. “Capitalizamos este evento para esta Regional, em função do público bastante especialista e específico nesta área. Para nós é uma conquista e uma honra, já que o seminário conduzido pelo MDIC costuma ser realizada apenas em capitais, como Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro, assim promovemos as exportações e o mercado local, acompanhando esse movimento de retomada”, explicitou.
























José Nunes Filho, diretor titular, reforçou o papel da entidade na execução de medidas microeconômicas voltadas à retomada da economia. “É muito importante observarmos o reflexo do crescimento da corrente de comércio, nossa economia está se recuperando, estamos assistindo a uma melhora, tivemos um saldo positivo de 350 contratações no ano, o significa que paramos de cair”, fundamenta.

“As medidas macroeconômicas com certeza são fundamentais para a segurança no futuro, porém, as medidas microeconômicas, como este evento de hoje, no qual estamos apresentando o Portal Único de Comércio Exterior, diminuem a burocracia e aumentam a eficiência nas importações e exportações, o que facilita a redução de estoque parado em portos e aeroportos”, complementou o diretor titular.

“Buscamos processos desburocratizantes, e um governo que trabalhe lado a lado conosco, com ações participativas e com as quais possamos discutir as melhores soluções de que o Brasil precisa”, afirmou Nunes.
Jornalistas de diversos veículos participaram da Coletiva de Imprensa, momento em que foram apresentados os dados da Sondagem Industrial, Mão de Obra Industrial e Comércio Exterior. Acesse as pesquisas.

O evento contou com ciclo de Palestras e Despacho Executivo (atendimento de casos específicos de operações de Controle Administrativo no Comércio Exterior, Licenças de Importação, Similaridade/Material Usado e Drawback), com os técnicos do DECEX.

O departamento de Comex do CIESP-Campinas realizou, durante o evento, onze despachos executivos, atendendo à nove empresas, grande parte do estado de SP, porém a casa também recebeu representantes de Curitiba/Paraná e  Itajaí-Santa Catarina. A Regional ainda contou a visita de uma executiva do exterior, vinda de Israel.

Na data, os executivos reforçaram que a oportunidade de despachar diretamente com a equipe do MDIC traz um valor agregado e benefício de grande exclusividade.

A CEO da Stern’s Impex, Doris Stern, veio de Israel para participar do evento e também aproveitar o despacho executivo, a partir da intermediação da InterGate Cargo. “Estamos muito satisfeitos com essa oportunidade e com a resolução de despacho via CIESP, o que nos permite estar no coração do Estado de SP e resolver diversas outras questões em um único momento”, pontuou.

O Chefe de Comércio Exterior da Bosch, Lincoln A. Aroni, também aproveitou para ser atendido pelo MDIC, “O grande benefício para nós é aproximação entre governo e empresas, o que nos traz a facilitação da comunicação e do esclarecimento de dúvidas”, declarou.

O evento ainda recebeu convidados de outros estados que vieram só para assistir ao ciclo de palestras, como o diretor da empresa Time Log, de Itajaí, Santa Catarina, que destacou a oportunidade de integração com os demais profissionais da área, “para nós, é primordial essa atualização, em um ambiente de especialistas que podem nos trazer informações em primeira mão”, avaliou.

Promovido pelo DECEX - Departamento de Operações de Comércio Exterior, da Secretaria de Comércio Exterior (SECEX), do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), em parceria com o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo - CIESP, os seminários foram gratuitos e abertos a todos os interessados.

A agenda do ciclo de palestras abarcou os temas: O PORTAL ÚNICO DE COMÉRCIO EXTERIOR E O NOVO PROCESSO DAS EXPORTAÇÕES BRASILEIRAS, com Renato Agostinho da Silva - diretor do DECEX;  CONTROLE ADMINISTRATIVO NO COMEX, com Rafael Arruda de Castro - Coordenador da CONAE; LICENÇAS DE IMPORTAÇÃO: Informações Gerais e Contingenciamento. LI WEB. Anexação de Documentos, com Maurício Genta Maragni - Coordenador-Geral da CGIM; LICENÇAS DE IMPORTAÇÃO: Material Usado e Similaridade. Anexação de Documentos, com Gustavo de Almeida Ribeiro - Analista de Comércio Exterior da DISIM; DRAWBACK INTEGRADO: Uma ferramenta poderosa na competitividade das empresas brasileiras, Marcelo Landau - Analista de Comércio Exterior da CGEX.

O evento contou com o apoio das empresas: Bosch, Commscope, Honda e John Deere.

Para acessar na íntegra as apresentações, basta clicar nos temas acima mencionados.
Imagens por: Mari Fagundes Fotografia
Compartilhar:
Comentários:Nenhum comentário foi publicado.

Deixe aqui seu Comentário:

Nome:
Empresa:
Comentário: