Área Restrita:
Esqueci a senha
Portal Ciesp > Notícias > CIESP- Campinas apoia plano de fortalecimento da cadeia produtiva da apicultura e da meliponicultura do Estado de SP

Noticías

CIESP- Campinas apoia plano de fortalecimento da cadeia produtiva da apicultura e da meliponicultura do Estado de SP11/12/2018O documento sobre a cadeia apícola do Estado de São Paulo, foi assinado na manhã desta 3ª feira, dia 11 de dezembro, pelo Secretário de Agricultura de São Paulo, Dr. Francisco Sergio Ferreira Jardim, e, em seguida será publicado no diário oficial para atendimento das reinvindicações do setor já por mais de 30 anos. O objetivo central do acordo, através da Câmara Setorial de Produtos Apícolas do Estado de SP, é promover a integração entre os diversos elos dessa cadeia, de forma que agricultores de diversas culturas se unam ao desenvolvimento sustentável da Apicultura e da Meliponicultura paulistas. Especialistas afirmam que o crescimento de produtividade de todos os setores envolvidos é relativamente exponencial.
arquivo sem legenda ou nomeA ocasião, que teve como palco o IAC-Campinas, “significou enorme marco, uma importante conquista”, salientou o industrial do setor Edson de Rezende e representante local do CIESP-Campinas no município de Artur Nogueira. “A produção de mel é uma das principais atividades de muitos agricultores familiares e representa importante fatia de sua renda. O plano busca reunir e integrar as demandas dos membros da cadeia de produção, sejam apicultores, processadores, assessores técnicos, entidades da sociedade civil e de órgãos do estado, e atendê-las de modo a fortalecer o desenvolvimento sustentável da apicultura e da meliponicultura paulistas”, continuou Rezende.
arquivo sem legenda ou nome
“Os agentes dessa cadeia constituem importantíssimo segmento do nosso agronegócio não apenas porque produzem e processam mel, geleia real, pólen e própolis, mas também porque estão ligados ao indispensável serviço de polinização realizado pelas abelhas. Assim, a busca do aumento da eficiência da cadeia, tanto da produtividade como das unidades de produção, os apicultores, suas caixas e seus apiários, como dos serviços de polinização prestado pelas abelhas, incluindo as abelhas nativas sem ferrão, fortalecerá não apenas estes produtores e suas organizações, mas também outros produtores, especialmente os de frutas, café e hortaliças e, por decorrência, suas organizações. Estes objetivos coincidem com a prioridade de dar atenção aos agricultores familiares, dado que muitos deles ou são apicultores ou que têm muito a ganhar com o serviço de polinização prestado pelas abelhas”, valorizou o Secretário de Estado da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, Francisco Sergio Ferreira Jardim.
arquivo sem legenda ou nome
Já a Presidente da Comissão Técnico Científica da Confederação Brasileira de Apicultura, Profª. Dra. Lidia Barreto, lembrou dos da Confederação Brasileira de Apicultura (CBA) e da Associação Brasileira de Exportadores de Mel (ABEMEL) o setor possui 184 entrepostos com SIF, centenas de entrepostos com Serviço Inspeção Estadual e Municipal, uma estimativa de 450 mil ocupações diretas no campo, 19 mil na indústria de processamento (entrepostos) e 17 mil na indústria de insumos (máquinas e equipamentos), e um mercado de varejo avaliado em 796 milhões de reais. 

arquivo sem legenda ou nome“O Estado de São Paulo inicia um importante passo que pode, inclusive, ser exemplo para demais localidade. Embora a região Nordeste se destaque na produção deste setor, seguida da região Sul. A região Sudeste possui muito espaço para crescer e expandir a produção, e tem forte capacidade de inovação e tecnologia”, revelou Barreto.
arquivo sem legenda ou nome
Na solenidade foi eleito como presidente para Câmara Setorial de Produtos Apícolas do Estado de SP, o empresário Carlos Pamplona Rehder.
 
Compartilhar:
Comentários:Nenhum comentário foi publicado.

Deixe aqui seu Comentário:

Nome:
Empresa:
Comentário: